A Civilização dos Megálitos

O passado por vezes nos deixa boquiabertos. Como seres humanos com tão pouca tecnologia podem ter construído estruturas colossais sem uma ajuda externa? Mas será que realmente precisamos dessa ajuda, seja de extra terrestres ou mesmo dos deuses?

Penso que não, afinal nossa espécie pode ter inúmeros defeitos mas somos criativos na resolução de problemas e cooperativos no trabalho quando isso interessa a comunidade. É assim que conseguimos, ainda hoje, produzir essas obras de tirar o fôlego.

Como exemplo de uma dessas, feita em tempos quase imemoriais, deixo abaixo uma explicação sobre megálitos que aparecem por todo o mundo. Espero que gostem!


Os megálitos [grandes pedras) são os mais antigos monumentos da humanidade. Entre o 5º e o 2º milênio a.e.c., enormes blocos de pedra foram erigidos na Europa em locais abertos e muitas vezes sobre uma elevação. Os mais antigos megálitos estão na Espanha e em Portugal, bem como no Golfo de Lion (noroeste do mar Mediterrâneo), na Córsega, na Sardenha e em Malta. O costume de erigir “grandes pedras" segue depois ao longo da costa atlântica. A Bretanha, em particular, oferece numerosos exemplos desses monumentos. A seguir, a arte megalítica chegou à Irlanda, à Grã-Bretanha e finalmente, por volta de 1500 a.e,c., à Jutlândia e à Escandinávia. Os menires, altas pedras verticais de um bloco único, podem ser isolados ou colocados em círculo (o cromlech) ou ainda alinhados. Os alinhamentos dos menires de Carnac ou os círculos de Stonehenge estão talvez ligados a um culto solar ou lunar. Os dólmens, que têm a forma de mesa, são formados por pedras verticais que sustentam um bloco único disposto horizontalmente. Abrigando geralmente câmaras funerárias, são dissimulados sob um montículo de terra ou cairns (montes de pedras). Alguns megálitos são decorados. Na França, as paredes do dólmen de Gavrinis (Morbihan) apresentam gravações de desenhos abstratos (círculos, espirais), folhas, machados e serpentes. Em Filitosa (Córsega), menires têm gravações em relevo com características antropomórficas (esboços de cabeça e braços), além de armas de guerra.
SALLES, Catherine. A civilização dos megalitos. IN.: SALLES Catherine (org.). Larousse das civilizações antigas. São Paulo/SP: Larousse, 2008. p. 18






Saiba um pouco mais sobre nosso passado lendo - Visita virtual ao nosso passado remoto.
Copyright© 2010-2018 HISTOSOFIA - modelo por Jason Morrow